logo

São José dos Quatro Marcos comemora 55 anos de fundação; veja a programação de shows e eventos esportivos


Por Da redação Quatro Marcos Noticias com As

São José dos Quatro Marcos comemora 55 anos de fundação; veja a programação de shows e eventos esportivos

Foto: Reprodução

São José dos Quatro Marcos, cidade no sudoeste mato-grossense com 18.846 habitantes e distante 309 quilômetros de Cuiabá, comemora. Hoje, quarta-feira (15), 55 anos de fundação.

O  Prefeito Jamis Silva Bolandin,  a Primeira Dama e também Secretária Municipal de Assistência Social Elisangela Antonia Lopes e  o Vice-prefeito e Secretário de Administração Ademilson Valverde divulgaram a programação comemorativa aos 55 anos de São José dos Quatro Marcos, com um convite especial à população para participação das solenidades alusivas ao Aniversário de Fundação do Município.

As festividades em 2022 terão a seguinte programação:

QUARTA-FEIRA: 15 DE JUNHO (feriado)

Praça dos Bandeirantes:

Composição do Palanque das Autoridades - 7h

Desfiles e Carros Alegóricos - 8h

Banda de Música do Exército - 10h

Corrida de Bicicleta - 16h

Bolo de Aniversário de 55 metros - 20h30min

DJ Fernando Garcia - 20h30min

Show Gilson Mark & Julliano - 20h30min

Show Nacional com Rio Negro & Solimões - 22h

QUINTA-FEIRA: 16 DE JUNHO (feriado)

Estádio Municipal

Abertura da 5ª Copa Paulo Henrique - 19h30min

Praça dos Bandeirantes

Show com Fabrício e Fernando - 21h

Show Banda Alto Astral - 23h

SEXTA-FEIRA: 17 DE JUNHO (ponto facultativo)

Praça dos Bandeirantes

Show com Brenno Reis & Marco Viola - 21h

Show Banda Alto Astral - 23h SÁBADO: 18 DE JUNHO

Praça dos Bandeirantes

Show Forró Boys - 22h

Show Banda Alto Astral - 00h30min

História 

           A área que compõe o território quatromarquense foi satélite de Vila Bela da Santíssima Trindade, nos tempos da capitania de Mato Grosso. O movimento colonizador moderno teve início por meio de legislação especial, a partir de 1946. Quem agiu na região ao norte de Cáceres, de modo intenso, foi a Comissão de Planejamento de Produção. O movimento na região de São José dos Quatro Marcos teve início como um desdobramento de atividades colonizadoras na região.

         Os primeiros sinais de tomada de posse da terra, de modo efetivo, deram-se em 1962, quando Zeferino José de Matos adquiriu uma área de terras da Imobiliária Mirassol, sediada no Estado de São Paulo. Zeferino José de Matos foi o pioneiro de São José dos Quatro Marcos.

         Em 1966, Zeferino Matos, Luiz Barbosa e Miguel Barbosa do Nascimento doaram 11,02 alqueires de terras para loteamento, a fim de se estabilizar um núcleo populacional. Na batida rudimentar do facão e da foice saiu o clareamento da mata, para logo o machado derrubar as necessárias árvores.

         Foram fincados quatro marcos (sinal de demarcação) para balizarem os lotes rurais. As ruas abertas no alinhamento dos quatro marcos foram mais tarde denominadas Avenidas São Paulo e Bahia. Esses quatro marcos se prestaram para se denominar o povoado e depois o município. A denominação São José adveio do protetor escolhido pela população.

         Em busca de terras boas para plantio foram chegando famílias de São José do Rio Preto, Santa Fé do Sul e diversas outras regiões dos Estados de São Paulo, Minas Gerais e Paraná. Em menor proporção, os nordestinos. Os primeiros produtos da terra foram: café, arroz, feijão e milho. Logo se assentou uma de beneficiar arroz.

         Em 1966, Luiz Barbosa cedeu terreno para a construção da primeira escola de pau-a-pique com cobertura de folha de babaçu. Chamava-se Escola Rural Mista de São José dos Quatro Marcos e localizava-se na área central do povoado, precisamente numa das conjunções das atuais avenidas São Paulo e Bahia.

         Francisco Paulo de Brito deu início às aulas. No entanto, antes do término do ano letivo, abandonou a profissão, interrompendo-se as aulas. Mas logo no ano seguinte, 1967, a escolinha reabriu. Os professores desta feita foram Nivaldo Mila e Maria Luiza da Silva.

         Com o desenvolvimento do núcleo urbano, formou-se a Associação de Pais e Amigos do Bairro (APAB). Esta associação, com o apoio de Antonio Alvarez, então vereador do município de Cáceres, representando os interesses da Gleba de São José dos Quatro Marcos, solicitou ao governador José Manuel Fontanillas Fragelli a construção do prédio escolar condizente. Foram construídas, então, quatro salas de alvenaria.

 Zeferino José de Matos, o grande benemérito, doou um terreno para construção da igreja. A primeira missa foi celebrada em março de 1967, pelo padre Amadeu.

         Em 1968 concluiu-se a primeira estrada para Mirassol D´Oeste, facilitando o escoamento da produção de São José dos Quatro Marcos. Além da produção própria, provinda de afinco no trabalho do campo, a região toda crescia, favorecendo o crescimento conjunto.

         O Estado de Mato Grosso vendo a segurança de um futuro para a região, criou o município de Mirassol D´Oeste e nesta nova unidade municipal criou o distrito de São José dos Quatro Marcos, através da Lei nº 3.934, de 04 de outubro de 1977.

         Mais dois anos e nascia o município, agora com a denominação simplificada para Quatro Marcos. Este fato deu-se através da Lei Estadual nº 4.154, de 14 de dezembro de 1979, de autoria do deputado Aldo Borges e sancionada pelo governador Frederico Campos.

         Artigo 1º - Fica elevado à categoria de município, com o nome de Quatro Marcos o distrito de São José dos Quatro Marcos, criado como unidade integrante do município de Mirassol D´Oeste, pela Lei nº 3.934, de 04 de outubro de 1977.