logo

Deputados, prefeito e secretário de Estado são nomes da região Oeste para eleição de 2O22


Por RD NEWS

Deputados, prefeito e secretário de Estado são nomes da região Oeste para eleição de 2O22

Foto: Reprodução

Apesar da importância histórica para o estado, a região Oeste de Mato Grosso não tem despontado nas eleições. Com poucos candidatos viáveis para 2022, os eleitores de cidades como Cáceres, Pontes e Lacerda e São José dos Quatro Marcos terão que avaliar se vão reeleger representantes ou querem nomes novos. Sem poder fazer coligações, a tendência é que nomes já conhecido pelos eleitores tenham vantagem sobre novatos. 

Vão à reeleição os deputados estaduais Valmir Moretto (PRB) e Doutor Gimenez (PV). Os nomes novos na disputa por cargos a nível estadual é o prefeito de Pontes e Lacerda Alcino Barcelos (Republicanos) que, caso entre na disputa, deve enfrentar o desgaste devido às polêmicas em torno da crise da Covid-19. Ele chegou a fazer um vídeo recomendando o uso de medicamentos do chamado “kit Covid”.

Outro nome da região é o secretário de estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci), Nilton Borgato que é filiado ao PSD do senador Carlos Fávaro, mas está sendo atraído para o DEM do governador Mauro Mendes (DEM).

A região compreende municípios como Cáceres, Pontes e Lacerda, São José dos Quatro Marcos, Jauru e Comodoro que possuem diferenças geográficas, mas que partilham carências em infraestrutura de estradas e hospitais. Não é à toa que dois dos três representantes da região sejam médicos. Apenas Moretto não é da área, sendo empresário do ramo da construção.

Cáceres, a maior cidade do entorno, ainda desponta com nomes fortes. É do município, o deputado federal Doutor Leonardo (SD) que tem boa articulação política, ocupando hoje papel de líder da bancada federal de MT.

A prefeita de Cáceres Eliene Liberato (PSB) já tentou alçar voo para fora, quando ainda era vice-prefeita ela chegou a entrar como suplente na chapa de Otaviano Pivetta (sem partido) ao Senado, mas diante do adiamento do pleito que estava marcado para abril do ano passado, Pivetta recuou e ela manteve o plano de disputar a Prefeitura. Eliene deve concluir o mandato, mas é cotada para disputar outros cargos e é vista como liderança na região.