logo

Homem que morreu assassinado em hotel em São José dos Quatro Marcos, era um "velho conhecido" da polícia de Pontes e Lacerda, diz reporter do 'MT 24 Horas'


Por Da redação com Assessoria do MT 24 Horas

Homem que morreu assassinado em hotel em São José dos Quatro Marcos, era um

Foto: Reprodução

Amarildo Libório de Freitas, 54 anos, foi assassinado  a tiros, na noite de quinta-feira  (16), em um hotel, ao lado da prefeitura, regiao central de São José dos Quatro Marcos.

De acordo com a policia, que chegou ao local por volta das 23 horas, Amarildo estava caido proximo a cama, aonde aparentemente levou tiros na cabeça. Tanto a proprietária do hotel quanto uma pessoa que estava hospedada no hotel disseram ouvir cerca de três tiros.

A Polícia Judiciaria Civil investiga o caso.

Amarildo estava há um tempo morando em São José dos Quatro Marcos e inclusive frequentava igrejas. segundo informações do reporter do  'MT 24 Horas', Amarildo Libório era um velho conhecido da polícia de Pontes e Lacerda',  "no passado ele foi preso por acidente de trânsito, também por posse de arma de fogo e ameaças de morte a familiares, e este ano tentou contra a vida de um empresário aonde na oportunidade desferiu coronhadas com o revolver". 

Foto: Site MT 24 Horas

O apresentador disse em 'Live', que Amarildo Libório ameaçava todo mundo, inclusive jornalistas, "inclusive eu fui vitima de ameaças de Amarildo Libório, quando trabalhava na Rede TV de Pontes e Lacerda, devido uma matéria jornalística que fiz contra ele, e repercutiu nacionalmente,  no programa 'Alerta Nacional' do apresentador Sikêra Junior.

De acordo com o apresentador do 'MT 24 Horas, ultimamente, Amarildo Libório queria que seu pai, um senhor de 70 anos, que estava acamado, passasse em vida uma procuração de uma propriedade como forma de herança dando liberdade para vendê-la.

O apresentador disse que o pai não concordava em doar imoveis em vida, pois, já havia lhe dado, uma propriedade rural, gado, veiculos, mas ele queria sempre mais e mais. Mais infelismente ontem veio a ser assassinado em São José dos Quatro Marcos.

O jornalista ainda mostrou audios de Amarildo Libório ameaçando familiares.